drones

Os Drones são ferramentas tecnológicas que estão em ascensão em diversos setores no Brasil e no mundo. Pensando nisso, reunimos várias notícias atuais e recentes sobre a utilização e aplicação desta ferramenta em várias áreas. Confira! *Por Thaís Perez

Drones na entrega de encomendas, uma prática próxima da realidade

Essas ferramentas já estão sendo utilizados por grandes empresas de entrega de encomendas. Primeiros clientes para operação serão centros médicos, comerciais e industriais. 

Uma das maiores empresas de encomendas nos Estados Unidos, a UPS (United Parcel Service), já realizou testes e criou uma subsidiária chamada UPS Flight Forward Inc. que será responsável por operar na entrega de encomendas. Agora, a empresa solicita a certificação Part 135 da Administração Federal de Aviação (FAA) para utilizar os drones em entregas no país.

Desde o início do ano, a empresa realizou testes com essa tecnologia. Como exemplo, foram utilizados drones do modelo multirotor para entregar sangue e outras amostras médicas nas instalações hospitalares na Carolina do Norte.

A empresa solicita a permissão ao FAA para que não seja necessário operar sob restrições impostas pela Administração. Com a certificação, é possível que voos comerciais de drones sejam realizados sem restrições, como exemplo: lançar aeronaves em áreas povoadas; não voar a noite; e ficar sempre abaixo do nível de voo de aviões.

Segundo a UPS, caso a licença for concedida, ela irá permitir que empresas utilizem essas ferramentas da mesma forma que companhias aéreas comerciais utilizam suas aeronaves.

Voos autônomos ainda não serão permitidos

Mesmo com a certificação, a UPS teria que controlar e supervisionar manualmente o voo e os drones teriam que seguir determinadas diretrizes de distância em relação a outras aeronaves. Além disso, os voos não seriam totalmente autônomos, ou seja, a aeronave não possuiria autoridade total para executar voo por conta própria.

Apesar de alguns desafios e restrições, essa ação pode ser uma grande oportunidade para empresas questionarem a possibilidade de utilizar esta ferramenta na entrega de serviços.

Governo do Estado de São Paulo assina obras do novo Copom e destaca o Drone Pol

No dia 27 de julho, o governo de São Paulo oficializou investimentos na segurança pública da cidade de São José dos Campos e outras regiões.

Além da entrega de viaturas e da assinatura de obras de construção do novo Comando de Policiamento Interno, o Copom, cuja nova sede começará a ser construída no início de agosto e terminará no prazo de 18 meses, o governo do estado disponibilizou 110 Drones Pol para equipes preparadas e treinadas para o combate ao crime organizado.

Drones e câmeras inteligentes são tecnologias com grande aplicabilidade no combate à criminalidade. Eles reduzem os riscos de morte de agentes em operações e melhoram consideravelmente o processo de vigilância e investigação.

O investimento estimado é de R$ 18,5 milhões, sendo R$ 15 milhões do governo do Estado e R$ 3,5 milhões da prefeitura. Outros R$ 15 milhões serão investidos pelo Estado em equipamentos.

Drones para tarefas arriscadas

Grandes empresas como Dow, AT&T, BASF e Royal Dutch Shell iniciaram frotas de drones para realizarem tarefas perigosas.

A BASF (empresa de produtos químicos) já reconhece que existem maneiras melhores de realizar tarefas arriscadas sem colocar o trabalhador em risco.

Uma das soluções é utilizar ferramentas como drones, para voar todos os dias sobre as fábricas, deixando os trabalhadores afastados dos andaimes e tanques, por exemplo.

Em 2017, 166 trabalhadores dos EUA morreram em espaços confinados. E esse é um número pequeno, se comparado aos 887 mortos por quedas, a segunda maior causa de mortes no local de trabalho, após acidentes de carro, de acordo com dados do Departamento de Trabalho dos EUA.

Por isso, as novas funções dessas ferramentas demonstram como a tecnologia pode reduzir custos financeiros para as empresas, diminuindo drasticamente os riscos e até salvando vidas.

Combate à criminalidade no Espírito Santo

A Polícia Civil do Espírito Santo irá utilizar 8 drones para ajudar a deter suspeitos e investigar crimes.

Para iniciar a ação, 15 policiais civis – entre delegados, investigadores e peritos criminais – realizaram cursos de capacitação teórica e treinamentos sobre como utilizar esta ferramenta.

Os policiais tiveram acesso, durante o treinamento, a modelos com tecnologias diferentes. Um deles é um drone equipado com alto-falante, apto a transmitir comandos e avisos para vítimas e suspeitos durante a abordagem policial.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, afirma que a utilização desta ferramenta ajuda nas ações e oferece maior segurança para o policial.

Além disso, essas ferramentas terão funções em situações de acidentes e resgate de vítimas. Arruda explica que existem locais de difícil acesso onde nem um helicóptero não consegue chegar. O drone entra aí, ajudando na busca e localização de possíveis desaparecidos ou feridos.

Drones no setor de mineração

Uma das áreas que oferecem maiores riscos aos trabalhadores, o setor minerário já conta com o uso dos drones.

Este mês, por exemplo, foi concluída, com sucesso, a primeira inspeção de um tanque de lastro feita por drones do Brasil em um tanque FPSO offshore.

A inspeção foi feita a bordo da P-66, unidade de Produção, Armazenamento e Descarregamento Flutuante (FPSO) da Petrobras, que atua na área do Pré-sal da Bacia de Santos.

Tem interesse em saber mais sobre as aplicações dos Drones na área de mineração? Sugerimos a leitura: Drones para mineração: por que essa é uma tendência?

O GEOeduc oferece o curso Drones na Mineração, que abrange as diversas aplicações dos drones na área da mineração, abordando assuntos como: tipos de drones, investimentos, aspectos e tendências do mercado, usos, planejamento de missões de voo, tratamento e processamento dos dados e integração dos produtos gerados.

 

Fontes: (Entrega de encomendas por drones é ‘quase’ uma realidade nos EUA); (Doria entrega 20 viaturas, assina obras do novo Copom e destaca Drone Pol e reforço no efetivo); (Drones são treinados para realizar tarefas mais arriscadas); (Polícia Civil vai usar drones para caçar bandidos no ES); (Terra Drone completa a primeira inspeção de tanque FPSO usando drones para a Petrobras). 

Copyright © 2019 – Instituto GEOeduc. Todos os direitos reservados