classificação do solo

Produtores rurais receberão a classificação do solo de diferentes áreas de sua fazenda pelo celular, através de aplicativo para dispositivos móveis. Assim, cada talhão da propriedade poderá receber destinação adequada de acordo com o tipo de solo.

O SmartSolos, o novo aplicativo idealizado pela Embrapa Solos (RJ) em parceria com a Embrapa Informática Agropecuária (SP), permite que o produtor rural tenha a classificação do solo de sua propriedade em tempo real e de forma automática. Os resultados apresentados pelo aplicativo são de acordo com os dados inseridos no sistema pelo produtor.

Uma versão teste do app estará disponível este ano e os pesquisadores estimam que, no primeiro semestre de 2020, os sistemas Android e iOS já contarão com a versão para o público.

Classificação do solo em formato digital

Classificação do solo

Aplicativo agiliza produtores a classificarem o solo da propriedade. Fonte: Embrapa

Para os produtores utilizarem o serviço, os mesmos terão que criar uma conta no aplicativo, é bem simples! Acompanhe:

Etapa 1: Após criar a conta no aplicativo, o usuário descreve as condições gerais de sua propriedade, carregando dados e fotos do solo e do perfil. Informações como data e localização geográfica são inseridas de maneira automática pelo sistema. No fim dessa etapa, o produtor obterá uma classificação aproximada.

Etapa 2: Dados mais detalhados serão inseridos nesta etapa do cadastro. As informações fornecidas serão referentes à análises de laboratório como as características físicas e químicas do solo. Em breve, essa etapa será automática.

Assim que disponibilizados pelo laboratório, o SmartSolos receberá automaticamente os resultados e o produtor será notificado, em seu smartphone, com a classificação definitiva do seu solo.

Após esses cadastros de dados e informações, o SmartSolos classifica até o quarto nível do Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS).

Saiba mais – Disponível para download: Sistema Brasileiro de Classificação de Solos

Classificação do solo: Qual sua importância?

Classificar o solo é importante para os proprietários porque permite estabelecer relação direta com o crescimento da planta, além de ajudar a definir áreas adequadas para construção de estradas ou aterro sanitário, entre outras funcionalidades.

O idealizador do sistema e pesquisador José Coelho, da Embrapa Solos, discorre sobre a importância da classificação dos solos através de uma metáfora automobilística:

Ao pensar em um Fusca, por exemplo, o associamos a várias características, como carro redondo, econômico, sem porta-malas etc. O mesmo acontece com o solo. Com o sistema, é possível associá-lo a um pacote de informações sobre a sua química, física e mineralogia. Isso é fundamental para o correto uso, manejo e a conservação.

Conhecendo o sistema do SmartSolos

Dois sistemas diferentes foram desenvolvidos no aplicativo pelos pesquisadores Stanley Oliveira e Glauber Vaz, da Embrapa Informática Agropecuária.

O primeiro sistema, chamado de “especialista”, opera de acordo com as regras do SiBCS e classifica o solo conforme as informações inseridas pelo usuário. Já o sistema denominado “inteligente” utiliza algoritmos de inteligência artificial para predizer uma classificação, mesmo na ausência de algumas informações.

No momento, está sendo desenvolvida, em parceria com uma empresa terceirizada, a camada de apresentação do aplicativo. De acordo com Luís de França, da Embrapa Solos, é nesta camada que o usuário interage e utiliza as funcionalidades do SmartSolos.

Uma tecnologia dinâmica

Ainda de acordo com França, o SmartSolos foi projetado para ser uma tecnologia dinâmica, com capacidade de evoluir com o tempo e se adaptar a novas funcionalidades. Ele informa ainda que os resultados das análises laboratoriais poderão ser enviados automaticamente para o aplicativo no futuro.

Também será possível utilizar as informações para atualizar bancos como a biblioteca de solos (Soloteca) e outros utilizados em pesquisas científicas.

Os pesquisadores têm a expectativa que o aplicativo seja muito mais que um classificador de solos. Espera-se que seja um agregador que reúna em uma mesma plataforma vários aplicativos a serem desenvolvidos ou adaptados para dispositivos móveis.

A tecnologia do SmartSolos deverá ser capaz de adaptar a informação de solos não apenas às tecnologias atuais, mas também às tecnologias emergentes, como: impressão 3D, realidade virtual, novas interações com o Big Data etc.

Informação é para todos!

Com o aplicativo, espera-se que o mesmo forneça informações úteis, através de múltiplas interfaces, e de forma acessível a diversos públicos como: agricultores, estudantes, técnicos, professores e pesquisadores.

Há alguns anos, não existiam aplicativos sobre o solo no Brasil, França lembra que:

Hoje, já há um bom número de apps e a tendência é de crescimento. Boa parte desses produtos tem como foco a interpretação de análise de solos e recomendação de corretivos e fertilizantes (Nutrisolo, Solo Certo, Solum, etc.), ou a visualização de mapas específicos, classificação textural etc.

Capacitação em Geotecnologias

Invista em seu conhecimento hoje mesmo!

Veja como as Geotecnologias podem auxiliar projetos, trabalhos e estudos de diferentes áreas de conhecimento com a plataforma de cursos online do GEOeduc. Temos cursos destinados à Gestão Territorial, SIG, Drones e cursos gratuito! Clique no link abaixo e conheça todos os cursos oferecidos pelo Instituto:

classificação do solo

 

Fonte: (Produtor obterá classificação do solo da sua propriedade no celular).

Copyright © 2019 – Instituto GEOeduc. Todos os direitos reservados