O IBGE divulgou um estudo que mostra as regiões que concentram as maiores áreas de suscetibilidade a deslizamentos no país. *Por Thaís Perez

No final de novembro (dia 29), o Instituto publicou um estudo inédito sobre deslizamentos no Brasil. As áreas com maiores suscetibilidade a deslizamento se concentram nas regiões Sul e Sudeste.

No Brasil, um conjunto de fatores como: características do meio físico, clima tropical e à alta pluviosidade, favorecem – em algumas regiões – o desencadeamento de fenômenos de deslizamento. Além disso, o IBGE aponta que uso e ocupação da terra muitas vezes desordenada, potencializa a incidência de deslizamentos e agrava seus impactos.

Deslizamentos no Brasil: O que o estudo diz?

Denominado como “Suscetibilidade a Deslizamentos do Brasil: Primeira Aproximação“, o estudo considera 6 aspectos de análise: Geologia, Geomorfologia, Pedologia, Cobertura e uso da terra e Vegetação, Declividade e Pluviosidade. Analisando o mapa de cada característica e determinando seus critérios, o Instituto chegou a um mapa final que apresenta os riscos de deslizamentos de todo o país, a partir de cinco intervalos de classificação: muito baixa, baixa, média, alta e muito alta suscetibilidade.

Esse estudo mostra que 5,7% do território nacional tem suscetibilidade muito alta e 10,4% do território, alta suscetibilidade. Dessas áreas, as regiões mais concentradas a riscos de deslizamentos são o Sul e Sudeste.

Regiões mais suscetíveis a deslizamentos

Na região Sudeste, 23,2% de sua área tem suscetibilidade muito alta e 24,6% alta suscetibilidade. No Sul, 15,6% do território tem suscetibilidade muito alta e 24,5% alta suscetibilidade.

Norte e Centro-Oeste concentram trechos de menor suscetibilidade a deslizamentos. A região Norte com 1,6% muito alta e 6% alta. Centro-Oeste com 3,6% e 8,2%. E o Nordeste aparece com 3,8% e 10,1%.

Os Estados com maiores riscos de deslizamentos são: Rio de Janeiro, Espírito Santo e Santa Catarina. Mais da metade do território do Rio de Janeiro tem suscetibilidade classificada como muito alta, representando 53,9%. Seguido por Espírito Santo, com 44,9% e Santa Catarina, com 33,7%.

Mapa 7 - Suscetibilidade a deslizamentos do Brasil

Metodologia do estudo

Segundo o Instituto, a declividade da área teve o maior peso no cálculo, ou seja, é o critério que mais contribuiu para a suscetibilidade a deslizamentos. Sul e Sudeste, por serem regiões serranas ou planálticas edificadas em terrenos geológicos de grande mobilidade e fragilidade crustal, são as que concentram as maiores áreas de suscetibilidade alta ou muito alta a deslizamento.

O estudo feito sobre grade estatística composta por recortes de 1×1 km², faz parte do 2º volume da coleção “Macrocaracterização dos Recursos Naturais do Brasil”. A publicação tem por objetivo contribuir para o fomento de outras pesquisas para diminuição do impacto dos deslizamentos para populações mais sensíveis.

Para baixar o estudo completo, clique aqui.

Capacitação em SIG

Sabemos que o período de chuvas é o momento mais propício para a ocorrência de fenômenos típicos que estão relacionados com as altas temperaturas e com o elevado volume de chuvas, que afetam a saúde e a segurança da população. Os riscos de enchentes e deslizamentos, por estas e outras ocasiões aumentam.

Por isso, sugerimos que você conheça o curso online de “SIG para Gestão de Cidades no Verão”. Neste curso, você entende a importância de se estudar as interações e os fenômenos que acontecem nas cidades, principalmente no período do verão, para apoiar ações de planejamento urbano e gestão pública.

Além de ser apresentado a conceitos e ferramentas de gestão e SIG, o aluno irá aprender a produzir mapas e painéis de BI para apoiar a gestão de cidades.

Clique no link abaixo e conheça mais sobre o curso:

 

 

Acompanhe o GEOeduc pelo blog: http://geoeduc.com/blog-de-geotecnologias/

Fontes: (Estudo inédito do IBGE mostra Sul e Sudeste como regiões que concentram as maiores áreas de suscetibilidade a deslizamentos); (Regiões Sudeste e Sul concentram áreas com risco de deslizamento).
Fonte da imagem destacada: (Deslizamento em estrada abre cratera e interdita 50 casas em Petrópolis (RJ)).

 

Copyright © 2019 – Instituto GEOeduc. Todos os direitos reservados