6 razões para começar um curso de Topografia o quanto antes

A Topografia é uma ciência chave para diversos projetos, por isso é tão importante dominar seus conceitos. Mas para isso é importante que você busque fontes confiáveis e atuais para se conseguir empreender e/ou se diferenciar no mercado. Veja neste artigo 6 razões para começar um curso de Topografia o quanto antes.

Por Luís Antônio

O mercado está cada vez mais concorrido e exigente, o que demanda profissionais mais qualificados e capacitados para exercer sua especialidade. No setor de Topografia não poderia ser diferente!

Por isso, é essencial que os interessados em atuar no setor ou os profissionais já consolidados invistam tempo e esforço na aprendizagem desta ciência tão relevante para sociedade. Certamente, é um investimento para que os projetos sigam as exigências e rigor das normas e o profissional seja reconhecido pela excelência em seus trabalhos.

Logo, um curso de Topografia será com toda certeza uma ótima oportunidade para você aprender ou reforçar seus conhecimentos na área e aplicá-los na prática, tornando você um profissional mais completo!

Veja abaixo mais 6 motivos para você mergulhar nessa ciência:

Importância de se fazer um curso de Topografia

1. Aprenda os principais conceitos e métodos

A topografia pode ser dividida em duas subáreas: a Topologia e a Topometria. De forma geral, a Topologia estuda das formas do relevo enquanto a Topometria estuda os processos clássicos de medição de distâncias, ângulos e desníveis, para a determinação de posições relativas de pontos. Sendo assim dentro do conceito de Topometria surgem a Planimetria e Altimetria, que são conceitos fundamentais nesta ciência.

Comumente ouvimos falar na demarcação de propriedades, na retificação de áreas, da divisão de terrenos e em terraplenagem. Pois bem, todos esses levantamentos se utilizam de conceitos da Topografia e você aprenderá em um curso!

Além disso, compreender os conceitos teóricos que dão suporte para um levantamento te dá subsídios para entender o processo como um todo, traçar melhores metodologias, obter resultados com a precisão adequada num prazo hábil e conseguir resolver os problemas, caso existam.

2. Saiba usar os principais equipamentos

Além de saber os pilares teóricos, é importante saber coloca-los em pratica com o auxílio de algum equipamento. Realizar um curso de Topografia é importante para saber qual equipamento é mais viável para cada finalidade, saber quais dados coletar, conhecer as origens dos seus erros e saber minimiza-los.

Sendo assim, os conceitos teóricos, dá suporte para que o profissional entenda o que está sendo realizado pelo equipamento. Em um levantamento planimétrico, por exemplo, aconselha-se o uso de Estações Totais, enquanto num levantamento altimétrico usa-se um nível.

NOVO CURSO

3. Conheça as normativas

Como tudo possui uma normalização, a Topografia também possui uma série de legislações a seu respeito e é importante segui-las para obter um projeto de qualidade. Além disso, a normalização serve para que haja uma padronização dos produtos em todo território nacional.

Existem diferentes normas que regem os processos e produtos resultantes dos levantamentos topográficos, sendo estas regidas, no Brasil, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas.

4. Atue em diversos setores

A Topografia é a base para diversos projetos de Engenharia, onde é essencial o conhecimento das formas e dimensões do relevo. Ela está presente em diversas fases de um projeto, desde as etapas que antecedem a execução de uma obra, como nas etapas de planejamento e projeto, dando subsídios para obtenção de informações acerca do terreno; quanto na execução e acompanhamento da obra; dando apoio à locações e verificações métricas.

Conhecer bem as bases da topografia, oferece ao profissional um amplo leque de serviços no qual o mesmo pode estar atuando e em diversas fases do projeto. Dentre os setores que se utilizam da topografia, podemos citar a construção civil, os projetos rodoviários, as hidrelétricas, a arquitetura e o urbanismo, a agricultura, e muito mais.

5. Conheça as inovações do setor

Hoje, o avanço tecnológico chegou também ao ramo das geociências. Dentre as principais inovações tem-se os drones e os lasers. Saber suas funcionalidades, aplicabilidades, precisões e o processamento dos dados torna o profissional um diferencial no mercado.

Além disso, trabalhar com estas tecnologias pode garantir um resultado muito melhor num tempo muito mais curto, garantindo a lucratividade dos seus projetos. Sendo assim, é importante que se faça um curso de topografia que aborde tanto os aspectos convencionais, mas também esteja antenado com o que há de novo no mercado.

6. Empreenda no mercado

Um curso de Topografia pode fazer com que um mundo novo de possibilidades apareça diante de você. Cabe ao profissional analisar as demandas do mercado, as carências e as oportunidades para alavancar um negócio. Com o domínio dos principais conceitos, métodos, equipamentos e as inovações do setor, o profissional pode facilmente garantir sua posição num mercado tão concorrido.

Leia também: Erros mais comuns ao se realizar um levantamento topográfico

Saiba mais sobre a área de Topografia

Vê-se então, por todos os motivos apresentados, que um curso de Topografia é essencial para que você tenha confiança ao se apresentar no mercado. Sendo assim, você poderá ampliar e/ou consolidar seus conhecidos com o curso de Topografia do Instituto GEOeduc, que apresenta, de forma simples e didática, os principais conceitos, técnicas e aplicações da Topografia em diversas áreas do conhecimento, com um capítulo especial voltado para a apresentação das novidades do setor, como o Laser Scanner e os Drones.

Desmembramento

Luís Antônio Soares e Sousa – Engenheiro Cartógrafo e Agrimensor. Mestrando no programa de Ciências Geodésicas da Universidade Federal do Paraná, graduado em Engenharia Cartográfica e de Agrimensura na Universidade Federal de Uberlândia e ex-bolsista nos programas Jovens Talentos para Ciências CAPES/CNPq, PIVIC e PIBIC/CNPq. Além disso, atuou como membro na EJEAC Consultoria, no qual desempenhou a função de Diretor Administrativo-Financeiro e Diretor Presidente. Participou do programa de mobilidade acadêmica Internacional BRAFITEC no período de 2015-2016 no Institut National des Sciences Apliquées em Strasbourg, França.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *