Como utilizar o SIG no apoio à Agricultura de Precisão

Entenda como os Sistemas de Informação Geográfica (SIG) são extremamente importantes no contexto da Agricultura de Precisão.

O emprego de plataformas orbitais ou atividades de levantamento direto (em campo) para manejo de culturas agrícolas ou planejamento ambiental é, indiscutivelmente, aplicado nas técnicas de gerenciamento do território.

O desenvolvimento de sistemas de posicionamento global (GNSS), Sistemas de Informações Geográficas (SIG) e o advento dos Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs ou Drones), modificou o cenário agrícola. Ele se reduziu a gestão de uma única propriedade ou um conjunto pequeno de fazendas, exigindo alto grau de detalhamento espacial e de informações. Assim, surge a Agricultura de Precisão (AP).

Agricultura de Precisão (AP)

Pela perspectiva prática, o conceito de agricultura de precisão consiste aplicar o conjunto de tecnologias geográficas na gestão espaço-temporal de ativos agrícolas em dada área de interesse.

A vantagem da precisão do manejo agrícola está na otimização de insumos, conhecimento da variabilidade de nutrientes, dados de produtividade, monitoramento de atividades agrícolas, dentre outros.

Nesse contexto, o caráter espacial e cartográfico mostra que as ferramentas contidas no SIG são importantes para dar início a todo o processo de gerenciamento da terra.

Aprendendo na prática

Para trazer tudo isso para a comunidade, através de teoria e prática, convidamos você a participar do nosso curso sobre Agricultura de Precisão com Ferramentas de Sistemas de Informação Geográfica (SIG).

Este treinamento online ensinará como utilizar ferramentas e conceitos de análise espacial com a finalidade de apoiar a gestão agrária. Com o uso da solução ESRI, através do software ArcGIS 10.6, as ferramentas de processamento espacial serão exemplificadas no contexto da agricultura de precisão.

Durante o curso são abordados o seguintes tópicos:

• Ferramentas de Análise Geográfica para Gestão Agrária – Serão mostradas as ferramentas de análise espacial para a extração de informações importantes para o manejo;
• Plataformas de Levantamento de Dados – Todo o treinamento é apoiado em levantamentos orbitais e aerolevantamento por drones. Isso mostra as especificidades de se trabalhar com cada objeto de análise;
• Cartografia Agrícola – Os procedimentos cartográficos serão aplicados na correção planialtimétrica da imagem oriunda do levantamento. Isso permite extrair valores de distância e áreas com alto grau de precisão, eximindo medições in loco;
• Apoio às atividades de Campo – Todo o planejamento do manejo agrícola deve ser realizado em ambiente SIG. Assim, o maquinário, a partir de uma programação prévia, realiza as atividades de semeadura, colheita ou dispersão de defensores agrícolas;
• Sensoriamento Remoto aplicado à Agricultura – A ciência do sensoriamento remoto é imprescindível no contexto de análise agrícola. A geração de composição de bandas de imagens orbitais e da análise temporal facilita a gestão da saúde da cultura como do crescimento da mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *