como criar vértices virtuais

Como Utilizar Vértices Virtuais no Padrão INCRA

A inacessibilidade de pontos de controle ou pontos de vértice é uma situação comum dentro do contexto de levantamento geodésico. Geralmente causado por fatores naturais, como vegetação densa ou corpos hídricos, os pontos inacessíveis podem ser levantados por métodos indiretos – os chamados vértices virtuais. Por Arthur Paiva*

Na perspectiva do georreferenciamento de imóveis rurais, seguindo a norma técnica 3ª Edição, publicada pelo INCRA em 2013, é possível solucionar, cartograficamente, o problema do impedimento de acesso à um vértice de determinada propriedade rural.

Solução Cartográfica

A 3° edição da Norma define um conjunto de padrões de precisão de acordo com o perfil do vértice a ser levantado, conforme abaixo:

  • Artificiais (melhor ou igual a 0,5m)
  • Naturais (melhor ou igual a 3m)
  • Inacessíveis (melhor ou igual a 7,5m)

O impedimento do levantamento topográfico, muitas das vezes, é causado por obstáculos físicos, bloqueios naturais (vegetação densa) ou periculosidade do local. Diante desse cenário, é preciso utilizar de instrumentos de levantamento indireto, como imagens de satélite ou fotografias aéreas, para criar vértices virtuais. De acordo com as normas do INCRA, o levantamento remoto (indireto) deve permitir representação na escala 1:25.000 ou maior (mais detalhes), compatível com o Padrão de Exatidão Cartográfica (PEC) Classe A.

A imagem será proveniente do satélite Landsat 8, podendo ser realizada com outros sensores, como CBERS ou Sentinel. A partir da resolução espacial da imagem, vamos aferir o nível de precisão do ponto a ser levantado, com a finalidade de combinar com as normas previstas. Saiba como a diversidade de imagens de satélite pode ajudar na gestão territorial.

Juntamente com a marcação do ponto, o operador deve interpretar os limites inacessíveis da imagem com a numeração dos vértices, a fim de serem cadastradas no memorial descritivo do levantamento. A transformação em outros formatos vetoriais também é importante para reconhecimento de campo ou outras análises.

Software Utilizado

O software de operação será o QGIS 3.0, onde será exibido perímetro do imóvel e a região de inacessibilidade de campo. A partir da reprojeção da imagem na referência elipsoidal paras as Américas, SIRGAS 2000, juntamente com seu sistema de projeção UTM no fuso correspondente ao perímetro, vamos plotar o vértice virtual e enquadrar nos padrões INCRA.

A composição colorida RGB das imagens Landsat 8  e seu realce automático permitirá o operador na visualização assertiva da região mais adequada à marcação dos vértices virtuais.

Entendendo os vértices virtuais

O Instituto GEOeduc realizará um webtreinamento em que será apresentada a metodologia de levantamento indireto de vértices a partir de imagens Landsat 8, isenta de custos de aquisição. Para garantir o nível de precisão, os pontos marcados serão calibrados com os pontos já existentes, a fim de enquadrar nos níveis de exatidão exigidos pelo INCRA.

O treinamento acontecerá, ao vivo, no dia 20 de setembro de 2018, às 14h30 (hora de Brasília), mas ficará disponível na plataforma de cursos, para quem não puder acompanhar ao vivo ou para aqueles que queiram rever a aula mais vezes antes de realizar a prova para conseguir o certificado.

Como criar vértices virtuais


*Arthur Paiva – Engenheiro cartógrafo formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente consultor e instrutor do instituto GEOeduc, possui 5 anos de experiência em softwares GIS e de Processamento Digital de Imagens. Apresenta conhecimentos em assuntos como, geoestatística, geomarketing, análise ambiental, gestão de banco de dados dentre outros temas. Atuou como suporte técnico e na confecção de materiais de cursos de extensão em geotecnologias pelo Laboratório de Geoprocessamento da UERJ (LABGIS UERJ). Possui experiência na área de agrimensura, como no mapeamento de estradas e túneis a partir de levantamentos geodésicos (Diferencial, estático e RTK) e a partir de levantamentos com equipamentos topográficos, como estação total, Laser Scanner fixo e o Laser Scanner Móvel (acoplado em automóvel).


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *