Conheça e acesse a nova plataforma do Banco de Dados Geodésicos do IBGE

No final do primeiro semestre de 2017, a Coordenação Geodésia (CGED) promoveu uma mudança na forma de consulta às informações das estações geodésicas.

Buscando aprimorar o acesso às informações do Banco de Dados Geodésicos (BDG), a Coordenação de Geodésia (CGED) da Diretoria de Geociências (DGC) mudou a forma de consultar às informações das estações geodésicas, disponibilizando uma aplicação de mapa que especializa o conjunto de estações pesquisado, através do portal do IBGE. No portal, estão disponíveis um conjunto de pouco mais de 122 mil estações geodésicas do Sistema Geodésico Brasileiro (SGB) que foram implantadas desde 1939.

Banco de Dados Geodésicos: novidades e atualizações

A nova versão do BDG, além das funcionalidades disponíveis na versão anterior, possibilita a espacialização do conjunto de estações pesquisadas e a exportação dos dados para diversos formatos (“.csv”, “.shp” e “.kmz”). Além do já conhecido Relatório de Estação Geodésica (REG) em formato “.pdf”, facilitando assim o uso das informações nas diversas aplicações “geo”, como por exemplo Google Earth e QGIS.

Além das consultas por estação, município e enquadramento, foram disponibilizadas opções para pesquisar por buffer a partir de uma estação e por conexão geodésica, permitindo que o usuário encontre estações que possuam mais de um tipo levantamento. Outro recurso disponível é a integração com as Redes Geodésicas já disponibilizadas como camadas na Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE).

BGD: O que é?

As estações geodésicas são identificadas em sua grande maioria, como monumentos de concreto os quais recebem uma chapa de metal no seu topo identificando o IBGE e o tipo de estação, altimétrica (Referências de Nível – RRNN) ou planialtimétricas (SAT – posicionamento por satélites). As coordenadas destas estações são determinadas por procedimentos operacionais e de cálculo, segundo modelos geodésicos de precisão compatíveis com as finalidades a que se destinam.

A aplicação foi desenvolvida utilizando ferramentas de código livre já utilizadas na instituição e de grande aceitação pelos profissionais e empresas da área geo.

Pesquisa em tela: estação da RBMC Cruzeiro do Sul

Pesquisa em tela: estação SAT 91500

Cursos de QGIS, ArcGIS, Google Earth Pro e outros

Quer ir além? Conheça os treinamentos a distância oferecidos pelo GEOeduc! Atualmente, o Instituto conta com um portfólio completo de treinamentos na área de Geotecnologias. São cursos práticos de QGIS, ArcGIS, Google Earth, Cartografia, Topografia, Georreferenciamento, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *