Qual a importância Topografia para a Construção Civil?

Entre as diferentes aplicações, a Topografia ganha grande relevância quando se trata de projetos de Engenharia Civil. Em seus diferentes aspectos a Topografia vem como uma forma de dar insumos e garantir a qualidade das obras que serão realizadas.

Por Luís Antônio

Etimologicamente, Topografia é uma palavra que vem do grego e significa descrição do lugar, sendo então uma ciência que tem por objetivo o estudo dos instrumentos e métodos utilizados para obter a representação gráfica de uma porção do terreno sobre uma superfície plana, ou seja, o plano topográfico. Ela é a base para diversos projetos de Engenharia, onde é essencial o conhecimento das formas e dimensões do relevo.

Presente em diversas fases de um projeto, a Topografia auxilia nas etapas que vão desde as fases que antecedem a execução de uma obra, como nas etapas de planejamento e projeto, até na execução e acompanhamento. No que tange as obras civis, a Topografia tem papel essencial em diversas etapas.

Leia também: Tecnologia LiDAR: Como trabalhar com Laser na Topografia?

Pensando num sentido amplo, iniciamos então pelo momento da compra da propriedade em que será realizada a obra. Nesse momento, é importante que haja um levantamento planialtimétrico para que se tenha real noção das dimensões da propriedade, como área e perímetro, podendo então verificar suas medidas e analisar seu preço.

Além disso, é essencial se ter as coordenadas da propriedade para registro em cartório. Passada esta etapa, é importante que os engenheiros responsáveis analisem o levantamento topográfico, considerando todos os elementos existentes no local, tais como: meio fios, arruamentos, alinhamentos de muros e cercas, árvores, postes, possíveis edificações, corpos d’agua, etc.

Na fase de execução da obra, a topografia serve como suporte em diversos procedimentos, como demarcação dos limites, locação da obra e nivelamento do terreno (terraplenagem).

Em uma fase pós-obra, a topografia pode ser ainda utilizada para fazer o controle da estrutura construída e verificar possíveis deslocamentos, evitando danos e desmoronamentos.

Em outra vertente, a Topografia também é essencial quando se fala de projetos de barragens e estradas. No que tange às barragens, além de fazer parte nas etapas comuns a qualquer construção, ela é também usada para realizar o controle estrutural. Já em relação às estradas, sejam elas rodovias ou ferrovias, usa-se a Topografia para delimitar o traçado geométrico e realizar a distribuição de terras (cortes e aterros) via terraplanagem.

Ressalta-se ainda que falhas de nivelamento, prumada ou eixos desencontrados, por exemplo em construção de pontes ou túneis onde se realiza o levantamento por duas frentes de trabalho, pode acarretar no distanciamento dos eixos de trabalho e não encontro das frentes. Sendo assim, para que haja sucesso na construção é fundamental que se tenha um levantamento topográfico rigoroso e detalhado.

Saiba mais sobre a área de Topografia

Sabendo de tudo isto é essencial que para o sucesso do empreendimento, os profissionais se capacitem para que realizem levantamentos da forma correta evitando o acumulo de erros. Sendo assim, o Instituto GEOeduc trás para você o curso de Topografia, que apresenta, de forma simples e didática, os principais conceitos, técnicas e aplicações da Topografia em diversas áreas do conhecimento, com um capítulo especial voltado para a apresentação das novidades do setor, como o Laser Scanner e os Drones.

Curso Topografia

Luís Antônio Soares e Sousa – Engenheiro Cartógrafo e Agrimensor. Mestrando no programa de Ciências Geodésicas da Universidade Federal do Paraná, graduado em Engenharia Cartográfica e de Agrimensura na Universidade Federal de Uberlândia e ex-bolsista nos programas Jovens Talentos para Ciências CAPES/CNPq, PIVIC e PIBIC/CNPq. Além disso, atuou como membro na EJEAC Consultoria, no qual desempenhou a função de Diretor Administrativo-Financeiro e Diretor Presidente. Participou do programa de mobilidade acadêmica Internacional BRAFITEC no período de 2015-2016 no Institut National des Sciences Apliquées em Strasbourg, França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *