Tomada de decisão

Tomada de decisão e Geomarketing: 5 maneiras de aumentar resultados

Como saber qual é a localização ideal do negócio e como conseguir se destacar no mercado? As análises de Geomarketing podem apoiar qualquer empresa no processo de tomada de decisão, ajudando a atingir e melhorar seus resultados.

Por Luís Antônio Soares *

Ter um local diferenciado, bem planejado, com circulação de pessoas e próximo à fornecedores é ideal para quem deseja obter sucesso no seu negócio. Afinal, é essencial que sua empresa seja vista e lembrada. O “lugar”, o “onde” do negócio, é um fator primordial de qualquer empreendimento e não deve ser negligenciado.

Tomada de decisão e Geomarketing

De forma geral, o Geomarketing pode ser encarado como a utilização de mapas e análise de dados para auxiliar no processo de tomada de decisão empresarial de forma assertiva, a fim de responder a certas perguntas importantes, tais como: Qual o melhor local para montar o negócio? Onde investir? Para onde expandir? Como distribuir os vendedores?

Antes de abrir uma empresa, pensar na localidade, nos custos e nas despesas da demanda são estratégias para evitar prejuízos, minimizar os custos e focar o investimento no lugar certo. Além disso, o Geomarketing vem também como uma ferramenta que auxilia o empreendedor a localizar seu público alvo, traçar seu perfil e definir estratégias de marketing que o atinja.

Dicas para utilizar o Geomarketing como seu aliado

  1. Utilize uma plataforma SIG

Os Sistemas de Informações Geográficas (SIG), de forma sintetizada, é um tipo especial de sistema de informações e é utilizado para manipular, sintetizar, pesquisar, editar e visualizar informações geográficas, geralmente armazenadas em bases de dados computacionais. Vale ressaltar que existem SIGs livres e privados, cabendo ao profissional analisar o custo-benefício.

Atualmente, as empresas veem cada vez mais a utilização das informações geográficas como uma ferramenta essencial para compreender os fenômenos e problemas através de uma análise espacial.

Utilizando o SIG como suporte ao Geomarketing, perguntas como “Onde está meu público alvo?”, “Em quais locais a concorrência é mais forte?”, “Qual a melhor região para centros de distribuição?”, “Onde estão meus fornecedores?” e “Onde devo abrir minha empresa ou minhas filiais?” são respondidas facilmente. Isso otimizará seus esforços e fará com que você tenha noção espacial da real situação de sua empresa e todo cenário que a envolve.

  1. Direcione suas ações de marketing para o foco certo

Quando uma empresa desenvolve um Plano de Marketing, este plano é dividido em vários componentes que vão desde a concepção de um bem ou serviço, passando pela definição dos preços, chegando ao consumidor.

Sendo assim, os conceitos de Análise de Mercado utilizando a componente espacial, através do uso de plataformas de Sistemas de Informações Geográficas, auxilia na definição da zona de influência da empresa, na identificação e localização do público alvo, bem como na descrição do seu perfil: idade, renda salarial, preferências de compra, etc.

A partir dessas informações, você poderá direcionar suas campanhas publicitárias e ações de marketing para o lugar certo e atingir diretamente o seu público de interesse.

  1. Utilize um banco de dados confiável

O método para determinar estratégias, tanto estruturais e organizacionais quanto de vendas, é a utilização do conhecimento local para enquadrar os esforços de marketing, usando a espacialização de organização e apresentar os dados para análise e tomada de decisão.

Hoje, com a tecnologia existente, a obtenção e acesso aos dados estão cada vez mais fáceis. E é importante ressaltar que os dados são essenciais para obter um resultado de excelência, pois sem eles não é possível fazer nenhuma análise.

Os dados podem ser obtidos de forma gratuita na internet ou adquiridos de alguma outra forma privada ou por levantamentos de campo. Você pode adquirir os bancos de dados online e de forma gratuita em diversas páginas da internet, principalmente, em sites institucionais ou governamentais, como: IBGE, INDE, DataGeo, GeoNetwork, etc.

  1. Escolha o tipo de dado adequado

Para iniciar qualquer análise espacial, é necessário ter uma base de dados, mas, além disso, é importante que estes estejam em formatos específicos para serem modelados em uma determinada plataforma. Dentre os formatos de representação digital dos dados temos os modelos raster e o modelo vetorial.

Como o modelo vetorial podemos citar o shapefile, tendo como característica a coleta de dados em três formas geométricas: ponto, linha e polígono. Em outra forma de representação digital do dado, tem-se o Modelo Raster, que representa a superfície da Terra com uma grade de células de tamanhos iguais, tais como, por exemplo, as imagens de satélite, fotografias aéreas e mapas escaneados.

  1. Obtenha informação a partir da análise dos seus dados

A maioria dos dados utilizados num processo de análise do Geomarketing possui uma tabela de atributos, onde podemos armazenar características sobre eles.

Quando utilizamos algum tipo de ferramenta para manipular esses dados, como por exemplo, classificá-lo de acordo com faixas de rendimento, estamos produzindo informação.

O processo de obtenção dessas informações espaciais em um SIG pode ser algo simples como uma consulta a um atributo ou mesmo uma seleção. Pode ser mais elaborado quando geramos um mapa temático, utilizamos resumos ou ainda executamos ferramentas de análise espacial. Por fim, podemos criar modelos de fluxos de análises mais sofisticados, envolvendo várias ferramentas e técnicas.

Temos, então, como técnicas de obtenção de informações geográficas partindo de exemplos em aplicações de Geomarketing: a Visualização, a Seleção, a geração de Mapas Temáticos, utilização de Ferramentas de Análise e de Modelos de Análise (Checklist/Multicritério e Modelo Huff).

Enfim, vai ser a partir das informações obtidas que as empresas passam a ter mais capacidade de análise e, por consequência, melhoram seus processos de tomada de decisão.

Conceitos e técnicas de Geomarketing na prática

Agora que você já pegou as principais dicas de Geomarketing, que tal se aprofundar mais sobre o assunto? O Instituto GEOeduc está lançando uma sequência de cursos que oferecem um panorama geral sobre os principais conceitos da análise espacial de dados e a aplicação em diferentes nichos de mercado, dando subsídios para a localização e o uso de informações geográficas necessárias para a tomada de decisão e geração de oportunidade de negócios. São os cursos “Geomarketing: SIG e os negócios” e “Geomarketing: Estratégia para negócios“. Os cursos também contarão com muitas aulas práticas, para que você aprenda de fato a utilizar o Geomarketing a seu favor.

Amanhã, 12/06, às 19h00, acontecerá um webinar gratuito, “10 formas de utilizar o Geomarketing para tomadas de decisão”, que vai dar uma visão geral dos benefícios do Geomarketing aplicado. Além disso, para os participantes do evento online, será divulgado um cupom de desconto para a aquisição dos cursos da trilha de Geomarketing, que serão lançados oficialmente durante o webinar.

tomada de decisão e geomarketing

Luís Antônio Soares e Sousa – Engenheiro Cartógrafo e Agrimensor. Mestrando no programa de Ciências Geodésicas da Universidade Federal do Paraná, graduado em Engenharia Cartográfica e de Agrimensura na Universidade Federal de Uberlândia e ex-bolsista nos programas Jovens Talentos para Ciências CAPES/CNPq, PIVIC e PIBIC/CNPq. Além disso, atuou como membro na EJEAC Consultoria, no qual desempenhou a função de Diretor Administrativo-Financeiro e Diretor Presidente. Participou do programa de mobilidade acadêmica Internacional BRAFITEC no período de 2015-2016 no Institut National des Sciences Apliquées em Strasbourg, França.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *