Veja como obter maior precisão em simulações de Rompimento de Barragens

A interpolação de seções no HEC-RAS permite ao usuário atingir um nível maior de precisão em suas simulações. Neste artigo falarei um pouco sobre a ferramenta de interpolação de seções do HEC-RAS e alguns erros que podem surgir durante o processo de simulação.

Por Rafael Colucci

Interpolação de Seções no HEC-RAS, por que utilizar?

O HEC-RAS possui modelos matemáticos, extremamente precisos, para simular a propagação de ondas de inundação em canais. Por sua vez, esta precisão pode ser reduzida, drasticamente, se os dados referentes à geometria do canal forem mal inseridas.

Esta displicência com relação à qualidade dos dados obtidos via medição de topografia e batimetria pode interferir diretamente na qualidade das informações obtidas, e desta forma afetar todo o resultado de uma simulação desenvolvida no software.

Como as medições de topografia e batimetria costumam levar um certo tempo para serem realizadas, e podem envolver altos investimentos, é comum medir apenas as seções mais importantes e utilizar a interpolação de seções no HEC-RAS. Quando realizamos este procedimento podemos nos deparar com dois grandes problemas.

O primeiro é que a distância entre as seções medidas não pode ser muito grande, já que podem ocorrer grandes mudanças no terreno que por sua vez gerarão seções que não correspondem ao local analisado.

Isto acontece por que o HEC-RAS tenta copiar as características de uma seção e propagar estas características em novas seções. Outro problema é a qualidade da medição. Mesmo possuindo seções próximas, a qualidade dos dados geométricos irá interferir diretamente nas seções que serão criadas.

Seria então, a interpolação de seções uma forma de gambiarra?

Ferramenta utilizada para interpolação de seções no HEC-RAS

Quando devo utilizar a interpolação de seções no HEC-RAS?

Como vimos acima, a interpolação de seções pode interferir negativamente em uma simulação do HEC-RAS, então quando é útil utilizá-la?

A resposta é simples! Quando trabalhamos com eventos mais catastróficos, como rompimentos de barragens ou grandes inundações, estamos trabalhando com hidrogramas muito intensos.
Desta forma, o HEC-RAS poderá apresentar muita instabilidade ao realizar cálculos envolvendo seções muito distantes uma da outra.

Geometria sem o uso de interpolação de seções no HEC-RAS

Assim, unindo a necessidade de possuirmos um número maior de seções à dificuldade de realizar medições de topografia e batimetria que surge a importância de utilizar a interpolação de seções no HEC-RAS.

Filtrando pontos após a interpolação de seções no HEC-RAS

Existe um erro muito comum gerado pelo uso da ferramenta de interpolação de seções.

O HEC-RAS possui uma limitação que impede a realização de cálculos envolvendo seções com um número maior do que 500 pontos e é bastante comum obter seções com número de pontos maior que 500 após o uso da ferramenta de criação de novas seções.

Algumas seções podem conter um número maior do que 500 pontos

Felizmente, o próprio software possui uma ferramenta capaz de filtrar alguns pontos, reduzindo a quantidade dos mesmos em uma seção, e assim permitindo que o usuário seja capaz de realizar sua simulação. Trata-se o Filtro de Pontos de Seções (Cross Section Points Filter).

Ferramenta para filtragem de pontos em seções

Nesta ferramenta é possível reduzir os pontos em uma seção, individualmente, ou então selecionando todas as seções da geometria.

Utilizando a ferramenta para reduzir o número de pontos em seções

Conclusão

A interpolação de seções no HEC-RAS é uma interessante forma de aumentar a precisão de simulações, contudo devemos tomar cuidado ao utilizarmos esta ferramenta em projetos cuja qualidade dos dados obtidos a partir das medições de topografia e batimetria não são de boa qualidade.
Em nosso curso de Estudos de Rompimento de Barragens utilizando o HEC-RAS, você encontra esta e outras ferramentas que o auxiliarão a realizar uma simulação no HEC-RAS, assim acesse agora mesmo o curso e conheça um pouco melhor sua ementa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *